Recording

Entre-vistas
Inter-views

Até agora já contamos com mais de 40 entrevistas. Estudantes, empreendedores, empresários, alemães, tugas, ingleses e americanos têm tido “muita paciência para nos aturar” e para responder às várias perguntas que lhes fizémos. “Ecossistema? O que é isso? Será a melhor palavra?”. É com essa pergunta que todas as entrevistas se desdobram e a conversa se torna interessante. Já visitámos espaços de co-work, hubs criativos, incubadoras, startups e universidades.

Espontaneamente, passam-nos os seus conhecimentos, opiniões e pensamentos. Temos de admitir que falar com pessoas é viciante. Mas agora, temos de fazer uma pausa e começar a ligar todos os pontos. Meditação! Ahhhmmmmmmm! Decorar todos os post-its que estão na parede e ver quais são os padrões que daí vão emergir; estabelecer ligações, insights e eventualmente conclusões.

As percepções são diferentes mas no fundo, o futuro é visto de forma igual e os problemas (às vezes não parecendo) são bastante semelhantes. É preciso criar algo transformador, útil e com significado em Lisboa!

Agradecemos a todas as pessoas que falaram connosco e que nos receberam.

Vamos dando notícias. Dêem também! Vamos querer continuar a conversar com as pessoas.

At this moment we’ve already done 40 interviews. Students, entrepreneurs, portuguese and from other nationalities as well. They all have one thing in common, though: the availability to answer our questions. “Ecosystem? What is that? Is that the best word?” and from this simple question, a whole interesting conversation began. We’ve visited co-work spaces, creative hubs, incubators, startups and universities.

It all went smoothly, especially because everyone we talked about were glad to share their thoughts and opinions. These conversations can become kind of addictive. For now we’re starting to connect the dots. Meditation time! Memorize all the post-its on the wall, look for the patterns and have some insights.

Everyone has unique perceptions but, some of the things that can be improved are constantly mentioned by different people. There’s the need for something useful and meaningful.

Thank you for all your feedback and for having us.

We’ll keep you posted, you do to. We want to keep the conversation on.

Scroll To Top