Pessoas + pessoas

Tour aleatório pelo Ecossistema Empreendedor de Lisboa
Random tour in Lisbon’s Entrepreneurial Ecosystem

Ainda estamos numa fase de pesquisa e reconhecimento, o que significa que nos andamos a informar. Temos já muita informação recolhida pelo site, surveys e pelas mais de 40 entrevistas que fizemos até ao momento.
Mesmo assim, há sempre tanta gente com quem falar que nos sabe sempre a pouco 🙂

Para experimentar uma nova abordagem, ontem enviámos dois membros da equipa para o terreno.
Aqui fica o testemunho e o vídeo das nossas correspondentes:

A viagem começa por aleatoriamente escolher um ponto no mapa do ecossistema empreendedor de Lisboa. Ninguém contava connosco e nós não contávamos com ninguém.

O primeiro espaço foi o Centro de Inovação da Mouraria onde fomos muito bem recebidas. Conhecemos o espaço, divulgámos o projeto e recolhemos as opiniões dos empreendedores, da Carla e da Sandra que nos abriu a porta!
“Então e agora, onde acha que podemos ir a seguir?”
“Têm de ir ao FabLab que é já aqui ao lado.”

Lá fomos. FabLab de Lisboa no Mercado do Forno do Tijolo. Estivemos com o Ivo e com o Bartolomeu! Gente nova, cheia de vontade de trabalhar e de por as mãos na massa.
“Vão ao MILL – Makers in Little Lisbon! O pessoal de lá faz coisas muito giras.”

Em direção ao Campo Mártires da Pátria fomos ter com a equipa do MILL: a Rita, o Maurício e o Tiago. Visitámos o espaço, vimos todos os Arduinos e demos uma espreitadela nos trabalhos que têm desenvolvido.
Já parecia uma visita de estudo!
Pessoas muito fixes, conversas muito boas.
Saímos de lá cheias de ideias e muito sensibilizadas. Mais do que fazer um projecto, é viver o projeto!

//

The project is still on a research phase, which means we’re open to opinions and new information. There’s a lot of it from our website, our survey and the 40 interviews we already did.
There are always people to whom we want to talk.

Our journey begins with a spot randomly picked out the entrepreneurial ecosystem of Lisbon map. Nobody was expecting us and we didn’t know who we would meet.

The first space we visited was Centro de Inovação da Mouraria, where we were most welcome. We got to know the space, talked about our project and heard one of the entrepreneur’s opinion, Carla’s and Sandra’s as well.
“So, where do you think we could go next?”
“You have to go to Fablab, it’s just around the corner.”

And we went there, just as suggested. Fablab Lisboa in Mercado do Forno do Tijolo. We met Ivo and Bartolomeu. Young people, ready to get to work and happy to share their perspectives on this entrepreneurial scene.
“Go to MILL – Makers in Little Lisbon! There’s a lot of interesting stuff being done there.”

Once in Campo Mártires da Pátria, we knocked on MILL’s door and were well received by the team: Rita, Maurício and Tiago. They showed us the space and all the equipments, the Arduinos and even had a sneak peak of their projects.
Field trip much? Oh Yeah!
Great people, great conversations.
Going home a lot of ideas were coming up, particularly because it was a truly inspiring journey. We didn’t do this just to contribute to the project, we lived the project.

Scroll To Top